quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Todas as Cores que Você Quiser

"A música tem sempre sido um catalisador para mim, tal, um processo de purificação. Sempre funcionou para mim, vem sendo uma forma de cura e de lidar com as coisas. Nem tudo o que escrevo é autobiográfico, mas, há aspectos que são. Para mim sempre foi curativo cantar, fazer música, compor e escrever sobre certos assuntos." - Sharon den Adel em entrevista para o site francês United Rock Nations


         
         Talvez, haja uma questão geográfica na música. Digo talvez simplesmente por não ser capaz de argumentar de forma completa esta questão. Já a partilhei para muitos "gosto de artistas do Rio Grande do Sul" ainda que diversos deles (Engenheiros do Hawaii, Nenhum de Nós, Vitor Ramil) chamem minha atenção não quer dizer que toda a produção musical dessa região me atinga da mesma maneira (Papas da Língua perde meu interesse já começando pelo nome, por exemplo) apenas que é um assunto que me chama atenção a ponto de ser até mencionado na canção Notas fora do lugar. A questão de se tornar parte do texto introdutório é que, também eu, no período de composição da canção estava prestes a mudar de cidade. Após sete anos de composições rondando pela cidade de Arujá, lá estava eu: há poucos passos de partir para Guarulhos. Talvez, ter começado a pensar na letra próximo a divisa das duas cidades seja um fator importante neste caso. O que sei eu? 
            Sei que naquele período vivenciava a tentativa de imersão em partes de obras que eu não me dedicara antes: Leoni e Within Temptation. Foi sob esta influência que a canção iniciou com um acorde ré maior e o solo é uma tentativa de emular as linhas melódicas do refrão de Memories. Elementar, isso não é necessariamente perceptível. Muito menos o é que a frase "o mundo está caindo disfarçado de chuva" não seja de minha autoria mas haja uma alusão a ela. Mesmo "a pedra dos sonhos" é o mesmo título de uma animação que eu não me lembrava de ter visto e me fora contado acerca de. Tentar caminhar pelo universo referencial de outra pessoa é estar, também, propenso a erros, afinal, tudo não passa de minha própria ótica sobre o que torna estas dileções significativas. No final, a canção se torna um retrato que, talvez, não seja capaz de mostrar as cores da foto para qual eu olhava. Tendo a mesma pessoa me falado dos temas discorridos na letra, seria esta letra capaz de esbarrar, minimamente, no universo dela? Ou seria minha dileção apenas outra peça de um quebra-cabeça que eu não entendo? O que sei eu?
         
Todas as cores que você quiser (2013)
(Memories - música incidental)
Letra e música: Thales Salgado

Luzes não há mesmo frente ao fogo
Até o ar pareceu fugir
Qual foi a trilha a te trazer aqui
Assistindo a realidade partir?

Se disfarçado de chuva
Você viu seu mundo cair
Saiba que depois da curva
Há um arco-íris surgindo

E todas as cores que você quiser
Estão no caleidoscópio de tua pedra dos sonhos
Quando a estrela nas sombras fulgir
Eu sei que o mundo vai te ver voltar

"All of my memories keep you near. 
In silent moments imagine you here.
All of my memories keep you near.
Your silent whispers, silent tears."


E todas as cores que você quiser
Estão no caleidoscópio de tua pedra dos sonhos
Quando a estrela nas sombras fulgir
Não deixe a centelha se apagar


Um comentário:

  1. Casino Game For Sale by Hoyle - Filmfile Europe
    › casino-games › casino-games › 토토사이트 casino-games › 바카라사이트 casino-games Casino Game for sale by Hoyle on Filmfile Europe. Free shipping 토토 사이트 for most countries, no download required. Check the septcasino.com deals https://febcasino.com/review/merit-casino/ we have.

    ResponderExcluir